Foto: Ricardo Tavares

ESCURIDÃO DO ESCORPIÃO®: ano 02

 

 

Se não me encontrar aqui, tente na outra toca do escorpião...

http://olhardeescorpiao.blogspot.com

 

 

:: Postado por Elan às 12h36

- Veronika decide morrer -

"A vida é uma questão de esperar sempre a hora certa para agir."

"Considere cada dia um milagre, o que não deixa de ser verdade, em se considerando todas as possibilidades de que ocorram coisas inesperadas em cada segundo da nossa frágil existência."

:: Postado por Elan às 12h41

- Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei -

"Existe um momento em que toda a força das estrelas passa por nós e nos permite fazer milagres."

"Quem presta atenção ao seu dia, descobre o instante mágico."

:: Postado por Elan às 17h31

 


google 

 

Saborear a leveza da tua energia

é fazer de cada minuto um “querer mais”...

é saber que a distância não separa...

é sentir tua presença por dentro,

mesmo sem te ter por perto.


É a minha alma sorrindo.

É a minha pele em êxtase.

É o nosso amor acontecendo.

 

:: Postado por Elan às 12h05

Sombras

 

 

 

Quando me olho no espelho

não vejo as rugas no meu rosto

nem os cabelos brancos na minha cabeça

nem o olhar triste de uma vida que se vai.

Pelas portas dos meus olhos

vejo uma alma que implora

e anseia por liberdade.

Grita

mesmo muda

um grito por guerra

na paz morna que eu não desejo.

Minha alma sem vida

luta

mas já não sabe mais

de onde vem o brilho

nem o fogo da paixão.

Espera uma resposta

nos questionamentos infindáveis de seu ser.

E está cansada.

Muito cansada.

Quer repousar na brisa suave

do encanto e da magia.

Quer sentir o aroma do mistério.

E sorrir novamente.

:: Postado por Clara às 22h45

 

google

 


Hoje é teu dia.

Um dia de festa... mais um ano de vida.

Hoje é o dia que a tua energia recebeu a luz...

e o mundo recebeu você.

Luz de esperança, de alegria e de amor.

Hoje é um dia de beijos,

de doces e de sonhos.

Dia que eu quero ainda mais te amar,

ainda mais ser tua,

ainda mais ter você.

Alma querida, menina, anjo de paz.

Feliz de quem sabe ter você...

de quem sabe receber teu brilho.

Meu Sol da Noite, minha noite de amor...

Parabéns pra você!!!

 Pra minha Si no dia de hoje, seu aniversário.

 

:: Postado por Clara às 09h26

 

eu

 

A gente tá fazendo arte por aí...

...e tá tudo tão bom!!

 

:: Postado por Clara às 22h38

foto Elaine Poppelbaum

 

 

Presa a trilhos que criei

perdi a capacidade de voar.

Quero botar asas nos meus pés

e me soltar dessa limitação.

Não mais olhar para o alto...

mas estar lá.

 

 

:: Postado por Clara às 12h06

  fonte google

 

As pessoas correm.

Passam a vida buscando títulos e posição social, mas se perdem de si. Atolam-se de informações e cultura, mas se esquecem da sabedoria. Buscam preencher seus vazios com materialidades supérfluas e se esquecem de que a alma não se alimenta de status, dinheiro ou roupas caras... mas necessita de paz, de energia, momentos reais de felicidade, de amor, contato, olhar, gentilezas e respeito.

As pessoas correm.

Passam pela vida feito tratores em cima de pedras e buracos, esquecendo que as pedras existem para serem transpostas; e que saltando ou contornando buracos, fortalecem suas estruturas. E nesse esmagamento pelo caminho, esmagam também as flores e sufocam seu perfume, sem ao menos perceberem suas cores. A alma não respira mais seu silêncio porque ensurdece nos gritos que o corpo sobrevive arrastado. Entender de política é admirável... emocionar-se num pôr-do-sol e agradecer ao dia que termina é maluquice. Vivemos num mundo onde as pessoas inverteram seus valores, corromperam suas paixões, perderam-se de si mesmas. Acendem cigarros caros, mas reprovam incensos. Acham importante saber da economia do país, mas vêem como besteira dançar descalças na grama. Ouvem as mentiras do horário eleitoral, mas não sabem das verdades de seus filhos. Pregam os olhos em forjados corpos esculturais e nem notam o autêntico sorriso de uma criança. Deslumbram-se com mansões e carros valiosos e nem percebem a grandeza rica do universo brilhando de preciosas estrelas. São escravos do que precisam fazer e não sabem mais fazer com amor... porque não fazem mais nada por si, nem para si... mas são feitos, massificados, mecanizados, endurecidos. Usam tantas máscaras de conveniências, que perderam sua verdadeira identidade e nem sabem mais quem são.

:: Postado por Clara às 12h16

 

 

Elaine

Mais uma parada obrigatória.

Um momento de crepúsculo de alma...

onde o silêncio fala alto,

onde a sensação adormece na pele.

Só quero calar as palavras por um tempo

e sentir a essência da vida renascer em mim.

 

:: Postado por Clara às 19h01

Clara Flor

 

 

Foto Elaine

 

 

Caminho em busca de mim sem esquecer de que faço parte das paisagens dessa estrada.

Um pouco do meu olhar nas flores... e flores tantas na minha alma.

:: Postado por Clara às 11h07

 Abro as janelas da minha alma.

 Das letras o que eu tiro são as imagens.

Do meu olhar o mundo é assim...

http://www.olhardoescorpiao.nafoto.net

 

:: Postado por Clara às 23h11

 

 

 

 

 

Penso que nada acontece por acaso. Sempre senti isso, desde que me percebi por gente. Também nunca acreditei que nosso destino está traçado, mas que o escrevemos a cada minuto, a cada atitude, a cada pensamento, a cada decisão que tomamos e escolha que fazemos.

Sempre me senti diferente, única. E hoje eu sei que sou mesmo.

Como todo ser humano é... único e diferente de todos os outros.

---

Um dia meu bem “montou” um blog pra mim. Fez surpresa.

E quando eu abri e vi aquele escorpião azul lindo no meio da escuridão negra da página, estremeci. A Escuridão do Escorpião, pensei. E decidi arriscar.

Troquei minha caneta e minhas folhas pelo teclado do computador e comecei a conversar comigo mesma... em voz alta... em palavras escritas. Então passei a visitar outros blogs e a me comunicar com pessoas que também gostavam de escrever... que vinham ao meu espaço pra deixar seus comentários e idéias sobre as coisas que aqui liam.

E o mundo virtual me encantou.

E a Blogosfera me engoliu.

 

Tive meus dissabores (quem não os teve?)... e conheci aqui, pessoas que nunca vi pessoalmente. Pessoas que me encantaram com suas poesias mesmo sem rosto, com seus sentimentos sublimes mesmo sem o toque, suas emoções mágicas e sensibilidade intensa ainda que sem o olhar.

Algumas partiram rumo a outra dimensão... algumas desistiram apesar das amizades conquistadas. Outras sumiram e eu até hoje não imagino pra onde foram.

 

As pessoas são únicas. Cada uma que atravessa nosso caminho, seja no real ou no virtual, acrescenta algo em nós... nos faz crescer. Porque troca conosco seu mundo único e misterioso. E isso pra mim é mágico.

Em pouco mais de um ano de blog posso afirmar que não sou mais a mesma de antes. Claro, todo mundo muda e eu mudei.

 

Aprendi que nem sempre apenas o contato físico com as pessoas nos une a elas.

Aprendi que minha emoção vai além da convivência real e que eu posso sofrer quando alguém parte... mesmo que eu nunca tenha tido a chance de oferecer meu abraço ou meu olhar.

Aprendi que minha alma fica oca por alguns instantes cada vez que alguém tão querido desiste... mesmo que seja de um blog.

 

Respeito quem quer ir... eu deixo, claro... eu calo.

Porque aprendi também que cada mundo, único e especial, tem seus segredos e mistérios... suas necessidades e porquês.

E que, definitivamente, nada acontece por acaso.

 

Meu beijo pra quem foi.

Minha amizade pra quem não me esquecer.

 

:: Postado por Clara às 23h27

 

Houve um tempo em que éramos felizes...

Que seu abraço significava paz,

seus olhos me enxergavam luz

e seus ouvidos me ouviam canção.

 

Houve um tempo em que o amor sorria leve

e as lágrimas expressavam alegria.

As palavras só traziam esperança

e o carinho curava o coração.

 

Houve um tempo em que o silêncio falava tudo.

Que o toque trazia paixão,

os braços abraçavam a vida

e as almas flutuavam emoção.

 

Houve um tempo...

 

 

:: Postado por Clara às 11h43

Um Tempo...

 

Peço licença aos meus queridos amigos virtuais que acompanham a trajetória deste Escorpião ora sombrio, ora reluzente, para me afastar um pouco do meu espaço. A Fênix está constantemente renascendo em mim, mas desta vez preciso desse tempo como um refúgio. Algumas coisas me fizeram repensar outras... e as palavras morreram no calar da minha boca. É nesse meu silêncio que deixo com vocês uma pequena mensagem. Muito mais do que uma simples letra de música, é no momento a poesia da minha alma.


 

"Eu não sei dizer

Nada por dizer

Então eu escuto

 

Se você disser

Tudo o que quiser

Então eu escuto

Fala...

 

Se eu não entender

Não vou responder

Então eu escuto

 

Eu só vou falar

Na hora de falar

Então eu escuto

Fala..."  

 

 

:: Postado por Clara às 18h37

Meu Humor

Links

:: Letras e Tempestades
:: Luz de Luma
:: Amores Clandestinos
:: Maíra Emanuelle
:: Sonia Pallone
:: Ama-me Como Sou
:: Devaneios
:: Simbólico Eu
:: Lunna

Arquivo do Blog

Ver mensagens anteriores

 

Meu e-mail:

escuridao_do_escorpiao@hotmail.com